Wednesday, January 7, 2009

31.12.08 - Ilha Grande - O reveillon

Avalie: 
Finalmente uma noite de sono numa cama macia, com travesseiro macio. Depois de descansar por uma noite inteira, acordei, tomei café, arrumamos as coisas e partimos para o cais pegar o barco que nos levaria à Ilha Grande. Ficamos no ponto de ônibus mais ou menos meia hora, o que quase nos fez perder o barco. Chegamos lá segundos antes dele sair. Encontramos a Nina e a família dela no barco, pessoas que iam nos hospedar.
Cerca de uma hora e lindas paisagens depois, chegamos à praia em que íamos ficar, Matariz. Na casa havia cerca de 25 pessoas, todas para usar o único banheiro disponível da casa. Era como ganhar na loteria querer usar o banheiro e ele estar desocupado.

Fomos muito bem recebidas pela família da Nina, família de japoneses. Me lembrou os reveillons em Capão, aquele monte de gente, naquela mesa enorme, montes de louças pra lavar.
Durante o dia não fizemos muita coisa. Demos uma volta para conhecer a pousada da família, fomos um pouco no mar no fim do dia, e lá pelas 23:30 nos arrumamos para a festa do reveillon. Rolou um pseudo-lual na praia, com direito a tochas, decoração de bambu e queima de fogos. Tava tudo lindo. Mas logo depois da queima de fogos todos foram deitar. Eu e a Amarilis ainda ficamos um pouco na praia, conversando e tirando fotos, e só quando cansamos é que fomos nos amontoar no colchãozinho que nos foi designado.

1 comment:

Amarílis said...

Esqueceu de comentar que antes de nos arrumarmos pra receber 2009, ficamos, com a ajuda do Anderson, cerca de uma hora e meia lavando e secando a louça do jantar da casa inteira - 27 copos, pratos, talheres e muitas panelas sujas.

A vantagem é que, da pia, tem-se vista privilegiada pro banheiro - e, diga-se de passagem, os sortudos que lavam a louça têm acesso igualmente privilegiado ao único toalete. Desocupou, larga a louça lá e corre pra portinha verde!!