Saturday, January 3, 2009

Madrugada 29-30/12/08 - Rodoviária São Sebastião

Avalie: 
Foi uma viagem interminável. A princípio rezei para que a viagem fosse demorada, horas de trânsito, afinal de contas, seria mais confortável horas no ônibus do que horas no banco duro de uma rodoviária. Minhas idéias começaram a mudar quando eu percebi quais eram as minhas companhias dentro do ônibus. Para começar, a menina sentada na minha frente comia uma coxinha frita, empesteando o ônibus com o cheiro. Depois foi um tal de troca-troca de lugar até que todos estivessem acomodados. Todos devidamente em seus lugares, ninguém ficava quieto. A menina no banco ao lado, detentora de uma voz insuportavelmente aguda e anasalada, não ficava quieta um minuto sequer. Um grupo lá trás parecia que estava excursão de 8ª série. O motorista ameaçou até de parar na delegacia! Sem contar que paramos o ônibus duas vezes por causa de gente fumando no banheiro! Em outras palavras, só faltou gente levando galinha.
Pra piorar a minha situação, a estrada sinuosa me deixou com uma bela vontade de vomitar. Guerdei o vômito para a rodoviária, mas, adivinha! O banheiro da rodoviária está trancado! Não é lindo? Agora estou no dilema entre comer ou não comer, eis a questão. Estou com fome, mas tenho medo de comer e piorar a situação. Tenho mais 7 horas pra ficar aqui (que animador), sem um banheiro pra fazer xixi ou vomitar. Uhu!

1 comment:

Amarílis said...

JÁ COMENTEI que vc escreve bem??? Putz, vc escreve MUITO bem! Me imaginei no ônibus com a menina da voz aguda e anasalada! Vc devie nos agraciar com um livro!

Bjs!