Monday, December 27, 2010

Itália de Trem: Eurostar x Regional

Avalie: 
Pra quem é marinheiro de primeira viagem, andar de trem na Europa pode parecer complicado no início - mas logo se pega a manha e aí tudo é festa.
A Thaís já postou algumas informações sobre sua experiência nos trens na Itália e nós duas já comentamos sobre como adquirir passes. Agora, aproveito para condensar algumas (poucas, mas úteis) dicas para ninguém perder tempo nas estações italianas.

1. Meu bilhete dá direito a andar em qualquer trem na Itália?

Sim, se você adquiriu um passe da Eurail. Comprei o Italy Rail Pass, que me
concedeu o direito de embarcar/desembarcar de qualquer trem na Itália, quantas vezes quisesse,

por 7 dias não consecutivos em um período de 2 meses
(
178

). O preço varia de acordo com a quatidade de dias. Lembrando que, nos trens Eurostar, ainda é necessário desembolsar cerca de 20

para reservar assento (10

por trajeto).

2. O que é Eurostar e Regional? Quais as principais características?
Até onde minha pouca experiência me levou, existem 2 tipos de trem na Itália: Eurostar e Regional.

Na prática, reconhecer a diferença entre eles é útil apenas para saber se você vai precisar ou não entrar em filas para reservar assento.

Eurostar
A vantagem do Eurostar é a velocidade: chega-se ao destino cerca de 1 hora antes do tempo habitual. Uma desvantagem é a reserva de assento obrigatória.


* Reserva de assento: obrigatória. Pode ser feita nos guichês disponíveis em qualquer estação de trem da Itália (quem tem Europass deve se dirigir ao da Eurail). As filas demoram 10 minutos em média. Para a 2ª classe, a reserva custa cerca de 10 por assento em cada trajeto, quantia não inclusa no preço do bilhete. Se estiver em um passeio bate-e-volta e fizer questão de pegar o Eurostar no retorno, não perca tempo: reserve o assento logo que desembarcar. Melhor aproveitar as atrações da cidade um pouco mais do que ficar na estação aguardando o próximo trem.


* Fiscalização: em algum momento da viagem, o fiscal vai exigir seu bilhete de trem e também o ticket que comprova a reserva do assento. Se não em todas, na maioria das vezes exigem seu passaporte.

* Velocidade: mais rápido, economiza-se cerca de 1 hora no tempo de viagem.

* Conforto: bem agradável e limpo.


Regional
A inexistência de reserva de assento, que torna o processo de embarque barato e independente, é a principal vantagem do Regional. A desvantagem é o tempo de viagem, mais longo.

* Reserva de assento: não existe. Basta chegar à estação no horário marcado para a partida, se dirigir à plataforma, escolher um vagão, subir e sentar-se em qualquer lugar vago. Fiz Bologna > Verona > Bologna em Regionais e, em ambos os trajetos, os trens estavam consideravelmente vazios. No caso de um bate-e-volta, você fica livre para aproveitar o dia ao máximo.

* Fiscalização: em algum momento da viagem, o fiscal vai exigir seu bilhete de trem. Em alguns casos, precisará mostrar o passaporte.

* Velocidade: mais lento, gasta-se cerca de 1 hora a mais para chegar ao destino.

* Conforto: questionável. Os bancos, de plástico, são bem duros e os vagões são um pouco sujos.

3. Na estação, como sei se devo reservar assentos para um Eurostar / Regional?

Em geral, as estações disponibilizam um painel eletrônico com as próximas partidas. Verifique se o símbolo da Eurostar aparece bem ao lado do trem em que você deseja embarcar. Se sim, entre na fila para reservar seu assento. Do contrário, é um Regional e aí não precisa reservar assentos; basta ir à plataforma indicada.

4. Onde e como verifico horários dos trens (Eurostar / Regional) na Itália?
a) Internet: no site da Trenitalia (inglês/ italiano), dá para conferir todos os horários de trem e tempos de viagem, por data de partida.

b) Nas plataformas das estações, quadros como o da foto à esquerda (clique abaixo para ampliar) mostram, de um lado, todos os horários de partida (partenza) e, do outro, todos os de chegada (arrivo) de todos os tipos de trem disponíveis naquela estação. Há também pequenos visores eletrônicos (foto à direita), informando detalhes do próximo trem a parar naquela plataforma.



c) Próximo aos guichês, localize na estação o painel eletrônico central, que informa horário de saída/chegada; número do trem; número da plataforma; tipo de trem (Eurostar / Regional); destino principal; cidades onde estaciona para embarque / desembarque; tempo de atraso.

ATENÇÃO: viagem planejada não é viagem engessada. Em Bologna, enquanto aguardava o trem para Verona e Veneza, calculava mais ou menos a hora que queria estar de volta e me programava para estar na estação dentro daquele período de tempo. Afinal, ninguém merece passar tempo na estação, enquanto há tanto pra se curtir nas cidades.


ATENÇÃO: se seu trem for um Eurostar, lembre-se de verificar no comprovante de reserva de assento o número do vagão (pintado ao lado de cada porta do trem) e do assento. Fique atento para entrar no vagão certo.

1 comment:

thais said...

Lembrando que o trem rápido não viaja para todos os lugares. Em alguns lugares só é possível chegar com o trem regional.
E sobre entrar no vagão certo, é possível andar entre os vagões por dentro do trem. Não é o mais recomendável, especialmente se você tiver bagagem. Mas tivemos essa experiência mais de uma vez, principalmente quando chegávamos na estação com o trem já saindo, e não dava tempo de chegar até o vagão certo. rs.