Monday, May 2, 2011

Com sua licença, o novo passaporte

Avalie: 

Uma pausa nos assuntos da Europa para abordar uma questão internacional essencialmente brasileira: a emissão do nosso novo passaporte.

Desde fevereiro de 2011 uma nova versão do passaporte brasileiro - agora com chip - passou a ser emitida em todo o país. E eu, como planejo arrumar a mala pra botar o pé em outro continente já já, não poderia deixar de renovar o meu.

Tudo começou quando, láááá em fevereiro, me contaram que alguns consulados só concedem visto para passaportes com no mínimo 6 meses de validade a contar da data de embarque. Por exemplo, você viaja de férias no início de julho/2011 e retorna em meados deste mesmo mês. Seu passaporte vence só em set/2011, mas, acredite se quiser: mesmo assim, há grandes chances de o cônsul recusar um visto a você.

Então, lá fui eu tirar um passaporte novo.

O processo de agendamento
Comparado com 2006, quando tirei o documento pela primeira vez, agora está bem simples emitir o passaporte. Antes, perdia-se a manhã inteira. Agora quase todo o processo é feito online e é obrigatório marcar data e horário para comparecer à Polícia Federal para entregar documentos, tirar foto digital e recolher digitais. Que diferença, gente!

Tudo começa neste site aqui, da Polícia Federal. Seguindo os passos que eles indicam na página, preenchi um formulário, online. Foi bem rápido.

Então foi gerada a popular GRU - Guia de Recolhimento da União, no valor de R$ 156,07. Esse é o preço do passaporte hoje. Paguei pelo banco online mesmo.

Feito isso, foi necessário entrar em um outro site, para escolher o local, a data e o horário para ir à Polícia Federal. O atendimento é das 10h às 21h30 e as marcações ocorrem a cada 30 minutos.

O primeiro dia disponível para mim era 05 de maio de 2011, às 21h30. Caramba, cerca de dois meses e meio de espera!

A boa é que, como há muitos imprevistos e desistências, é permitido reagendar sua visitinha à PF quantas vezes for necessário, sem custo adicional. Para isso, basta entrar no mesmo link, selecionar "Efetuar reagendamento" e o sistema mostra, por posto de atendimento, a data e o horário liberados, mais próximos.

Deixei minha visita marcada para o dia 12 de abril, um mês antes da primeira data escolhida.

O grande dia
Estava marcada para 21h30, mas cheguei duas horas antes. Às 19h30 do dia 12/04 lá estava eu, na PF do Shopping Leblon. Fui conferir o andar da carruagem e descobri que tinha gente de 18h30 ainda para ser atendida... É, nenhuma esperança de adiantar a vida.

Bati perna, vi vitrines, lanchei, li revista no jornaleiro camarada... E, às 21h, lá estava eu novamente - e também a galera agendada para às 20h, ainda esperando atendimento.

Caramba. Nesse ritmo, só sairia dali lá pra meia-noite, certo? Errado!

Acredite se quiser: às 21h29 em ponto, o oficial me chamou e - pasme - às 21h45 eu já estava em casa! Dica: se possível, escolha o primeiro ou o último horário. Isto é, às 10h ou às 21h30. O oficial confirmou que nestes dois períodos a possibilidade de atraso é mínima, praticamente nula, como foi meu caso.

No fim de tudo, ele me entregou um protocolo de confirmação, que apresentei junto com minha identidade 7 dias depois, para pegar meu novo passaporte. O horário de entrega do documento é livre, das 10h às 19h. Vá com tempo: a fila de atendimento é por ordem de chegada.

Dicas


1) Isso é útil para quem está com viagem marcada pra muito em breve e "esqueceu" do documento (sim, gente, acontece): agende para o primeiro dia/horário disponíveis e no local de sua preferência, mesmo que seja depois da data de embarque. Aí, entre no site indicado para reagendar TODO DIA, impreterivelmente às 10h da manhã. É nesse horário que você vai conseguir ver as vagas liberadas para o dia seguinte, por exemplo, e obter preferência na escolha.

2) Se a emissão for urgente, no Rio, há mais vagas de última hora disponíveis para o aeroporto Antônio Carlos Jobim - Galeão, especialmente aos domingos. O local é meio contramão, mas fazer o quê.

3) Faça uma lista dos documentos exigidos pelo menos uma semana antes da data marcada.

4) No caso do título de eleitor, além do documento original, é necessário mostrar que está em dia com as obrigações eleitorais. Mas esqueça aqueles papéis que comprovam seu voto nas últimas eleições: uma declaração de quitação é suficiente. Pode ser obtida pelo site da Justiça Eleitoral, em qualquer cartório ou em qualquer posto de atendimento eleitoral.

2 comments:

Verônica said...

Olá,

Ficou bem mais fácil e prático através das dicas que você passou, só achei meio caro não terei que deixar para o próximo mês e com certeza tentar pegar o ultimo horário do dia.

Abraços,
Verônica
http://www.falaturista.com.br/destino/hotel-curitiba

Amarílis said...

Verônica, boa sorte! É caro, mas necessário... =/ Bjos e boa viagem =)