Saturday, December 31, 2011

Budapeste – Dia 01

Avalie: 
No post anterior eu comentei que nossos passeios foram baseados nas rotas que esse site sugere. No primeiro dia nós fizemos o passeio chamado Inner City Walking Tour, que passa pelos principais pontos turísticos da cidade.

Vörösmarty Square
Ele começa no Vörösmarty Square, que era muito conveniente pra gente, já estávamos bem pertinho de lá. A praça estava cheia de barraquinhas de artesanato, comida e bebida. Lá é muito comum beber vinho quente, e quando ele é feito ao ar livre, espalha aquele cheirinho pela cidade. Tudo fica cheiroso e parece que você está num sonho. É delicioso.

Naquela semana estava tendo alguns eventos na praça, então vimos um pouco de dança típica, coral, música... ajudou a colaborar com o ar poético do local. Não sei se os eventos e as barraquinhas estavam ligadas ao natal, por estarmos próximos de dezembro, não consegui achar nenhuma informação a respeito.

No centro dessa praça está a estátua do poeta Mihály Vörösmarty, que deu nome à praça. Lá também se encontra o tradicional Cafe Gerbaud. Lá você pode comer um doce tipicamente húngaro chamado Dobos Torta, um bolo com várias camadas finas de chocolate. Muito bom.

Basílica de St. István



St. István, ou Santo Estevão, em português, foi o primeiro rei da Hungria, canonizado após sua morte. Sua sagrada mão direita se encontra na basílica, aberta para visitação do público. Para gente pode parecer meio esquisito, e pra falar a verdade é bem esquisito ver uma mão numa caixa. Mas depois de saber da história e da importância que esse rei teve para o seu povo, fica bem menos estranho.

A entrada na basílica é gratuita, mas é possível subir no domo para ter uma vista panorâmica da cidade (essa, sim, é paga). Mas como naquele dia o tempo estava meio nublado, achamos que não valeria a pena pois não conseguiríamos ver nada.

O Parlamento



Seguimos até o parlamento, mas não entramos. É possível fazer visitas guiadas quando não existem sessões do congresso em andamento, mas não nos empolgamos. De qualquer forma, vale a ida só pra ver o prédio do lado de fora, que é belíssimo. É o terceiro maior prédio de parlamento do mundo, e dos que eu vi até hoje, é o mais bonito.

Dizem que há outras partes do corpo de St. István no Parlamento, não sei se a informação procede.

Próximo ao parlamento há a estátua do Primeiro Ministro da Hungria durante a década de 50, Imre Nagy. Ele está numa ponte olhando para o Parlamento. Eu adoro estátuas, e essa valeu uma fotinho.


Museu Etnográfico
Na frente do Parlamento tem o museu etnográfico. Paga-se 1000 Ft (cerca de R$ 10) para entrar, e eu acho que vale, se você gosta desse tipo de passeio. Lá você encontra um pouco da história da cultura húngara. O museu não é muito grande, então não precisa de muito tempo pra visitar. O problema é que é tudo escrito em húngaro.

Váci Utca (ou Rua Váci)
A Váci é a rua mais famosa de Budapeste, e na verdade começa na Vörösmarty Square, onde o passeio começou. É lá que estão as lojas e os cafés, e muitas (muitas mesmo!) casas de câmbio, caso você precise trocar dinheiro.

Aqui nós comemos num pub aparentemente feito para turistas, chama-se For Sale, e as paredes são cheias de recadinhos grudados, e eles oferecem amendoins daqueles que vêm com a casca, e você joga as cascas no chão, então o chão é cheio de casca de amendoim. Mas não é nojento, é bem legal. Lá comi um goulash muito bem feito. É tipo um picadinho, prato muito húngaro. Tinha que começar assim, né?

Na frente desse pub fica o mercado central, mas já estava fechado. Azar o nosso.

Depois do nosso almoço/janta, fomos encontrar um amigo meu húngaro que estava por lá e ele nos levou pra balada. Fomos a um bar lá perto chamado Gödör. Naquela noite ia ter música ao vivo, 3 bandas húngaras. Se você estiver por lá e tiver a chance de ir pra balada lá, eu recomendo. É bem agitado, mas sem loucura.

PS.: Peço desculpas de novo pelo péssimo registro fotográfico da viagem. Foi uma lástima.

3 comments:

Bóia Paulista said...

Oi, Cláudio! Tudo bem?

Seu post foi selecionado para a #Viajosfera dessa semana, do Viaje na Viagem.

Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

Até mais,
Bóia Paulista

Bóia Paulista said...

Thaís e Amarílis, desculpem a troca de nomes. A Bóia se atrapalhou toda :P

thais said...

Hahaha, está perdoada, Bóia.
Será uma honra ver nosso post no Viaje na Viagem.
[]
Thais