Thursday, December 29, 2011

Londres – Dia 04

Avalie: 
Eu aproveitei que estava um dia de (mais ou menos) sol e fiz o segundo programa que eu mais tinha vontade de fazer: visitar Greenwich. Greenwich é um distrito de Londres (acho que é considerado Grande Londres, um pouco mais afastado do centro), e que dá nome ao meridiano que corta o mundo entre ocidente e oriente. No parque de Greenwich é onde existe a marcação do meridiano.

Não parece, mas é a linha que marca o meridiano de Greenwich

Em Greenwich há muitas coisas para se fazer. Tem o National Maritime Museum, o Discover Greenwich Visitor Centre, que fica próximo à universidade, ao lado do parque, e é claro, o parque de Greenwich, onde ficam a Queen's House (hoje parte do National Maritime Museum, e a entrada é gratuita) e o observatório (esse é pago). Aqui tem o site oficial de Greenwich, lá tem todas as atrações da cidade e também dicas de hospedagem e restaurantes. Como eu não fiz nenhuma dessas duas coisas lá, não posso dizer nada a respeito.


Sobre o parque:



O parque é realmente muito gostoso. Vale a pena, principalmente se estiver um dia de sol. O parque é relativamente grande, o pessoal fica estirado na grama tomando um solzinho, leva os cães pra passear, enfim, dá pra ter um dia de sossego. É bem legal. Das atrações, eu visitei o Discover Greenwich Visitor Centre, e é legalzinho, mas eu ainda não estava entendendo muito bem pra que ele servia, então eu estava meio confusa. Na verdade ele conta um pouquinho da história de Greenwich, e tem umas coisas interativas, tipo a armadura que você pode colocar na cabeça na frente do espelho pra tirar uma foto de você mesmo (sim, essa sou eu me sentindo meio idiota. rs.)


Além desse, também visitei o Queen's House, que é um museu com quadros relacionados a temas marítimos. Vale a pena se você gostar desse tipo de arte. A entrada é gratuita. Eu tentei ir no observatório também, mas a próxima sessão seria meio longe do horário que eu estava, e eu não estava muito a fim de esperar. Acabei não comprando o ingresso. Se eu não me engano, eram US$ 9,00, mas não tenho certeza. 

Na saída do observatório tem uma lojinha cheia de bugigangas legais. Normalmente eu não compro nessas lojinhas de museus, mas de lá eu saí cheia de coisas. E não são caras. Comprei várias coisas e não gastei nem US$ 10. 

Como chegar:
A ida pra lá pode ser por duas maneiras: ou você chega via DLR, na estação Cutty Sark (tem integração com o metrô, como eu expliquei aqui), ou via balsa, na estação Greenwick. Também tem um pouquinho mais de explicação sobre como usar o Oyster nesses transportes nesse link que eu passei acima. Eu cheguei lá de DLR e voltei de balsa até Tower Hill, e adorei o passeio. É muito legal a possibilidade de usar o rio como meio de transporte.

Camdem Town
Saí de Greenwich já no meio da tarde, e fui para Camdem Town. Lá é onde você encontra todo tipo de gente e todo tipo de coisa. Pensou em alguma coisa que você não sabe onde encontrar? Vá a Camdem Lock que provavelmente você vai encontrar (Camdem Lock é o mercado de Camdem Town). Mas atenção: vá cedo, pois as lojas, e principalmente as barraquinhas fecham cedo, por volta das 18h. Não sei se no verão elas fecham mais tarde, mas no inverno elas estavam fechando esse horário. Como eu cheguei mais ou menos esse horário, peguei poucas coisas abertas. Por um lado eu achei bom, pois assim não gastei muito. hehe.

No comments: