Tuesday, January 10, 2012

NYC – o metrô

Avalie: 
Vamos começar a série de NY com um assunto bem complexo: o metrô. Vou falar só sobre ele, porque foi o único transporte público que nós usamos. Aqui no site da MTA você consegue ver o mapa do metrô de NY. Se você já viu o mapa do metrô de Londres, vai notar que o de NY é um pouquinho mais embaraçado. Não é impressão à primeira vista. Ele é bem complexo mesmo e eu só consegui entendê-lo de verdade (se é que eu entendi MESMO) no quinto e último dia que eu estava lá. Mas mapa bom MESMO é esse pdf aqui. Recomendo levar esse, se você estiver indo pra lá. O esquema é o seguinte:

Cada cor, pela lógica, deveria significar uma linha. Mas não é tão simples assim. Às vezes cada cor serve até 4 linhas. Assim:

Linha azul: A, C e E
Linha cinza: S
Linha laranja: B, D, F e M
Linha verde clara: G
Linha cinza: S
Linha marrom: J e Z
Linha amarela: N, Q e R
Linha cinza clara: S
Linha vermelha: 1, 2 e 3
Linha verde escura: 4, 5 e 6
Linha roxa: 7

É linha que não acaba mais. Na entrada de cada estação está escrito quais linhas atendem aquela estação, você precisa saber qual é o lado que você precisa ir. Por exemplo, se você vai pegar a linha 4, 5, ou 6, precisa saber se vai sentido downtown ou uptown. Downtown significa que você vai para "baixo" no mapa, ou seja, sentido Brooklin. Uptown você vai sentido Bronx. Algumas linhas já especificam um destino, como acontece aqui no Brasil, por exemplo, a linha E que vai até Jamaica Center. Mas é aí que você tem que tomar cuidado, pois algumas linhas se bifurcam, e vão para destinos diferentes. Fique sempre atento ao número do trem que está chegando na estação. Se você estiver numa estação que atenda a várias linhas, vão chegar trens para vários destinos. Não pegue o primeiro que chegar sem antes ver o destino dele.

Outra coisa que você deve prestar muita atenção: existem trens locais e trens expressos. O que isso significa? Que o trem expresso pula várias estações. Como o trem de NY não é tão organizado quanto o londrino, eles não tem essa especificação no mapa que fica no metrô. Pelo menos eu não encontrei em lugar nenhum. Por isso eu recomendo altamente que você imprima esse pdf que eu coloquei no link aí em cima. Eu tinha um impresso que eu ganhei de uma pessoa que me trouxe lá de NY, então imagino que tenha pra distribuição lá. Mas não vi onde pegava (é grátis). Mas o que ele tem de tão interessante: se você olhar de pertinho nele, vai ver que debaixo do nome de cada estação ele tem um número ou uma letra. Significa que aquela é a linha atendida naquela estação. Por exemplo, pega o ponto mais ao sul do mapa, tem a estação de Coney Island. Aí diz lá: "Coney Island Stillwell Av D-F-N-Q". Signfica que as linhas D, F, N e Q param naquela estação. Acredita em mim: essa informação é crucial quando você vai planejar a sua viagem. Porque se você pega um trem expresso sem querer, vai parar lá na pqp e depois tem que voltar tuuuudo de novo. E o contrário também é verdadeiro: de repente na estação que você quer ir, o trem expresso para, e sua viagem será milhões de vezes mais rápida, porque ele é uma bênção na vida das pessoas!

De acordo com o Wikipedia (e eu posso confirmar algumas pela minha experiência), os trens expressos são:
2, 3, 4, 5, 7, A, B, D, Q e Z.
Eles correm estação a estação em trechos que nenhuma outra linha corre paralela a ela, e depois ela corre expressa. Por exemplo, a 3: ela vai de Harlem até New Lots. Na 96st, ela encontra a linha 1 (ambas são vermelhas). Desse trecho até a Chambers St, ela corre direto, pois esse trecho inteiro é atendido pela linha 1.

Outro detalhe: tá vendo no mapa que algumas estações são ligadas por um fiozinho preto? Significa que são estações conectadas por ligações terrestres, ou seja, você vai andando de uma pra outra, tipo aqui na Consolação em São Paulo.

Parece complexo, e pra falar a verdade, é mesmo. Mas depois que você está lá, pega o jeito. A minha dica é: antes de fazer a viagem, estude o percurso, veja qual é a melhor forma de fazer as baldeações, veja se dá pra pegar os trens expressos (isso pode salvar um bom tempo do seu dia), e qual é a linha que melhor atende o seu ponto final. Às vezes existem duas linhas muito próximas. Por exemplo, no hotel que nós estávamos tinha a vermelha logo na esquina, e se nós andássemos um quarteirão, nós pegávamos a azul. Isso às vezes era a diferença de duas baldeações desnecessárias.

Acho que é isso. Se alguém tiver mais alguma dica, grita aí.

Update: já ouviu falar que o metrô de NY é cheio de ratos?? Então, é verdade. Cuidado com a cabeça, porque às vezes eles caem do teto.

No comments: