Wednesday, September 12, 2012

Caminho do Sol – o equipamento (check list)

Avalie: 
Quando estamos fazendo a mala para uma longa caminhada, temos que lembrar que essa mala ficará nas nossas costas durante 3, 4 ou, em alguns casos, até 6 ou 7 horas. Por isso é importantíssimo que ela esteja o mais leve possível. Isso significa levar apenas o estritamente necessário, e, como eu disse no post anterior, às vezes o que achamos que é necessário descobrimos lá no meio que era desnecessário. Vi gente enviando pelo correio mais de 2kg de coisas que estavam na mochila, ou seja, é possível sim fazer uma mochila leve. Algumas pessoas dispensaram, inclusive, as necessaries que estavam levando. Jogaram tudo num saco (aqueles zip lock) e mandaram a necessarie embora. Pode não parecer, mas elas são pesadas. Nesse momento, quaisquer 200g são lucro.

Como eu fiz a caminhada numa época de verão e tempo muito muito muito seco, a quantidade de roupas era significativamente pequena. Não posso falar sobre malas de inverno, então vou falar sobre itens necessários para o verão seco, ok?

Itens INdispensáveis

Roupas:
- Duas camisetas dry fit
- um short
- uma calça (se for aquela calça que vira short, melhor ainda)
- uma jaqueta tipo corta-vento, bem fininha, só pra sair de manhã, que é mais friozinho
- duas ou três peças íntimas
- para as mulheres: 2 tops dry fit
- 2 pares de meias boas (depois vou falar mais sobre elas)
- Capa de chuva. Procure uma leve. Por mais que o tempo esteja seco, nunca se sabe quando a chuva pode vir. É sempre importante ter uma por perto.
- Um bom tênis, obviamente.
- Um par de chinelos. Tem gente que leva papete, mas uma havaianas serve. A vantagem da papete é que se a bolha estiver incomodando muito, dá pra fazer um trecho de papete com meias. Mas na minha turma ninguém precisou.
- Um lenço de tecido ou fralda (aquelas de criança) de algodão, para umedecer e cobrir o rosto em estradas de terra. Passamos por muitos canaviais, e a poeira é muito grande.
- Um boné legionário, aquele que tem proteção para o pescoço e você fica parecendo o Chaves. É horrível, mas é bem importante

Banheiro e afins:
- Escova de dentes (acho que dispensa explicações, né? rs)
- Pasta de dentes, de preferência aquela menorzinha, de 50g.
- Shampoo. Compre na farmácia aqueles kit-viagem, e coloque apenas a quantidade necessária para os 11 dias, que, dependendo do frasco, dá pra encher só até a metade.
- Sabonete
- Sabão de coco (sim, você vai ter que lavar suas roupas!). Apenas 1/4 do sabão já é suficiente.
- Protetor solar FPS 60, no mínimo. No calor que pegamos, o FPS 30 não aguentava nem até às 7 da manhã.
- Alfinetes de segurança (aqueles de fraldas) nº 3, para usar como pregador. Muitas pousadas têm varal, mas não têm pregador.

Farmácia:
A farmácia é algo muito pessoal, mas existem coisas que não dá pra deixar de levar. São elas:
- Micropore. Compre daqueles mais largos, com a maior metragem possível. Acredite em mim, você vai gastar tudo e ainda vai comprar mais no caminho. Só assim você vai conseguir evitar ao máximo as bolhas.
- Vaselina. Eles dão a opção de usar hidratante, mas vaselina é muito melhor.
- Talco (aqueles de pé, mesmo). Importante principalmente pra quem sua muito no pé.
- Nebacetin. Importante para qualquer tipo de ferida que apareça, inclusive as bolhas.
- Linha e agulha, para costurar bolhas (embora os médicos não recomendem. Eles recomendam que você pare de caminhar depois que aparece a primeira bolha. rs).
- Merthiolate e algodão, para desinfetar a agulha, caso precise furar a bolha. Não esqueça também de desinfetar a linha.
- Cataflan pomada. Boa para passar nos ombros, panturrilha ou onde mais estiver doendo.
- Antiinflamatório (comprimido), caso você tenha algum problema um pouquinho mais crônico, tipo uma dor no joelho, ou quadris. O antiinflamatório ajuda a segurar a dor. É bom falar com o médico antes, caso esse seja seu caso. Assim ele te passa o remédio certo.
- Para as meninas: se você estiver ou estiver para ficar menstruada, recomendo levar absorventes suficientes. Nem todas as pousadas são na cidade, e não é todo dia que você vai ter oportunidade de passar por uma farmácia. Em todo caso, vá perguntando nas pousadas qual é o circuito seguinte, para se planejar.
Obs.: Nunca coloque o micropore em cima de uma bolha sem antes passar uma pomada, como a Nebacetin. Depois, quando tirar o micropore, pode arrancar a pele da bolha e essa dor você não vai querer sentir.

Outros:
- Bastão de caminhada, ou cajado. Apenas um é suficiente, mas é importantíssimo. Te ajuda nas subidas e nas descidas, principalmente nos terrenos irregulares. Eu comprei o meu na Decathlon, na Quechua (modelo Forclaz 300), ele não tinha a ponteira para asfalto, mas aguentou bem a bronca.
- Óculos escuros. Quem esqueceu, sentiu falta. O sol lá é muito forte, e só o boné nem sempre é suficiente.
- Cantil para água. Eu levei um Camel Back, aqueles sacos para colocar água. Como eu não tinha bolsos para colocar garrafinhas, achei que esse seria o mais prático. E gostei muito da solução. Mantém a água fresca por mais tempo e é prático para beber. O único problema é que você tem que ficar atento com o nível da sua água. Como ele fica dentro da mochila, você perde o controle e pode acabar sem água no meio do caminho. Verifique sempre e reabasteça sempre que puder.
- Mochila. Deve ser de no mínimo 35L e ter aqueles ajustes de cintura e peitoral, no mínimo (algumas tem alguns outros tipos de ajustes, mas esses dois são essenciais). Sem o ajuste da cintura, você vai acabar sem ombro. Uma dica: se essas fivelas quebrarem no meio do caminho, abra todo o cordão e dê um nó no próprio cordão. Eu estava com a minha fivela da cintura quebrada, e amarrei as cordas, deu super certo.

Itens opcionais Dispensáveis

Algumas coisas eu acabei levando e não precisei usar. Pode ser que você precise, mas na falta dos itens, a criatividade sempre entra em ação:

- Toalha superabsorvente. eu usei uma vez pra entrar na piscina. Todas as pousadas por onde passei dispunham de toalhas para os hóspedes (e algumas, inclusive, davam o sabonete também). Não sei se mais pra frente o pessoal precisou, preciso checar quando eles voltarem.
- Lanterna pequena. Eu até usei um dia, no Haras do Mosteiro. Mas também dava para sobreviver sem. E sempre vai ter alguém que vai poder te emprestar, ou, se não tiver, use a luz do seu celular. Ou reze para a lua estar cheia. =)
- Canivete. Eu levei o meu e até tentei usar. Como ele era muito ruim, não usei e também não fez falta.
- Cordão de Nylon. Eles pedem pra levar para fazer varal. Mas todas as pousadas por onde passei dispunham de varal. E também, na falta deles, a gente improvisa. Usa o cajado, usa a cama, usa a mochila, enfim, dá-se um jeito. E se não secar de um dia pro outro, usa seus alfinetes, pendura na mochila no dia seguinte e caminha com as roupas penduradas. Seca rapidinho.
- Camiseta extra. Eu levei 3 camisetas e mais uma de manga comprida. A de manga comprida eu nem sonhei em usar, mas achei que 3 camisetas foram ok. Quem levou 2 sobreviveu bem. Então vai de cada um. Se eu fosse de novo, levaria 3 de novo.

Itens TOTALMENTE dispensáveis

Essa vai principalmente pras meninas:
- Esqueça que existe maquiagem, esmalte, ou qualquer outro item de beleza. Se possível, deixe inclusive seu condicionador em casa.
- Esqueça moletom e sapatos.
- Esqueça pijama. Você vai dormir com a roupa do dia seguinte.
- Esqueça roupa bonitinha para passear na cidade. Você vai passear com a roupa que você dormir, a mesma do dia seguinte.
- Enfim, esqueça qualquer coisa da sua vida urbana cotidiana. Se você não consegue sair um dia sem maquiagem, te garanto que no segundo dia você nem vai lembrar o que é maquiagem. E vai descobrir que é muito mais bonita sem ela.

Acho que é isso. O post ficou longo, mas acho que dá uma base boa pra quem estiver precisando de ajuda para fazer a mala. Se eu lembrar de alguma coisa eu edito aqui depois e aviso.

3 comments:

saosao said...

Bastão de caminhada? Camel bag? rsrs
Só pra provocar...

Boa ideia, vou colocar um post sobre o que eu levei, depois olha lá.

Bj

thais said...

Hahahahaahaha. Sabia que esse comentário viria!

saosao said...

Você pode ter aprendido muita coisa nessa caminhada, mas pelo visto o nome certo dos objetos passou longe né? hahahha