Saturday, March 5, 2016

Aracaju – uma cidade incompreendida

Avalie: 
Olá!! Cá estou eu novamente. Eu sei que eu deveria estar falando do Chile ainda, mas como está difícil voltar nesse assunto, vou abrir um parênteses e vou falar sobre Aracaju. Eu fui morar lá ano passado, fiquei uns 7 meses tentando fazer a Faculdade Federal de lá, acabou não dando certo e eu voltei pra São Paulo. Na época não escrevi nada sobre a cidade, porque acho que quando estamos morando no lugar, a nossa porção turística acaba ficando em segundo plano. Mas essa semana voltei pra um congresso que teve por lá, e acabei fazendo uns programas que ainda não tinha feito. Achei que agora estava preparada pra contar um pouquinho dessa cidade que eu amo. =)

No título do post eu escrevi que Aracaju é uma cidade incompreendida. Por que eu acho isso? Porque ela é uma cidade super legal, com várias vantagens: praias e paisagens lindas, passeios super legais, é super barata (não tenho a fonte, mas já li que ela é a capital mais barata do Brasil. Se não for, está próximo disso), é pequena, então dá pra fazer várias coisas num mesmo dia, enfim, são inúmeras vantagens. Mas quando as pessoas vão viajar pro Nordeste, elas nunca, ou quase nunca, consideram Aracaju. Sempre está no topo da lista Fortaleza, Natal, João Pessoa, Salvador ou Recife. Pela minha experiência e pela experiência de quem já visitou, eu afirmo: é uma cidade que vale a pena.

Agora detalhando um pouco mais:

Transporte
O transporte público da cidade realmente não é dos mais legais. Apesar de ser uma cidade pequena, acho que as linhas de ônibus são mal estruturadas e também não aguentam o fluxo de pessoas. A maioria das linhas têm um tempo de espera muito grande entre um horário e outro, ocasionando uma superlotação. Fora isso, o pessoal lá é meio desesperado pra entrar e sair dos ônibus. Eu costumo dizer que parece que a última nave saindo da Terra durante o apocalipse. Eu ia filmar esse processo, mas acabei esquecendo. Sério mesmo, as pessoas se empurram, se espremem, e não estão nem aí se existe uma senhorinha com dificuldade de mobilidade ou uma mãe com criança no meio da galera. Acho isso um pouco complicado. Estou acostumada com as filas de São Paulo, que todo mundo de fora tira tanto sarro, mas em compensação fica todo mundo em ordem e ninguém se machuca (eu sou virginiana, gosto de tudo em ordem. hahahaha).

Porém, uma vantagem MUITO legal que esse sistema de transporte tem são os terminais rodoviários espalhados pela cidade. Funciona assim: você pega um ônibus no meio da rua, em qualquer lugar. Todos os ônibus passam pelos terminais. Alguns passam em todos, outros obviamente só em alguns. Se você descer dentro do terminal, você não paga outra passagem. Os ônibus abrem as portas de trás e você entra sem passar na catraca, porque já passou no ônibus anterior. Se seu ponto inicial for um terminal, você passa pela catraca no terminal, e entra por trás no ônibus como todo o resto do pessoal. Atualmente (início de 2016) a passagem está custando R$ 3,10. Mas se você quiser pode ficar o dia inteiro rodando com esse valor, desde que você não saia dos terminais.

Outro tipo de transporte na cidade são os táxis. Lá não existe Uber, pelo menos não ainda.
Os valores são parecidos com os de São Paulo, mas como a cidade é pequena, dificilmente você vai gastar MUITO com táxi. Dependendo de pra onde você vai, e do horário (se for muito à noite), é recomendado pegar um táxi. Inclusive pra sair do aeroporto eu recomendo usar os táxis credenciados. Você paga a corrida por bairro, numa tarifa fechada. Assim você evita que o taxista te passe a perna, embora eu nunca tenha visto isso acontecer por lá dentro da cidade. Mas é bom evitar.
*Ediçao – A leitora Carol nos avisou que já está funcionando Uber na cidade, o que é ótimo!*

Claro que não existem trens ou metrô na cidade. Mas uma maneira muito legal de passear pela cidade é de bicicleta. Embora seja MUITO quente, a cidade é plana e em vários lugares tem ciclovia.

Mototáxis são também muito usados. Eu nunca usei, então não sei muito bem dizer como funciona nem quanto custa. Mas eles estão espalhados pela cidade inteira, e dependendo da distância vale mais a pena pegar um mototáxi do que um táxi comum.

Estadia
Bom, como eu morei lá e dessa vez eu fui pra ficar em casa de amigos, não conheço nenhum hotel. Mas vou indicar aqui dois que me indicaram como bons lugares.

O Aju Hostel é pra quem não está a fim de pagar muito. Minha amiga se hospedou lá e pagou R$ 40 a noite, com café da manhã. Ela gostou muito do lugar, disse que os funcionários são muito atenciosos e prestativos, eles têm pacotes para passeios e também indicam alguns mesmo se não quiser fazer com eles. Eu conheci o hostel e achei ele super bonitinho, limpinho, bem cuidado. Eles têm recomendação do Trip Advisor, inclusive. Se quiser ir pro site, é só clicar no nome dele ali no começo do parágrafo. Ele fica a umas 3 quadras da praia do Atalaia. Super bem localizado.

Outro que eu ouvi falarem muito bem é o Real Classic Hotel. Esse, como é Hotel, os valores já sobem um pouco. Mas fica bem de frente pra praia e me parece ser excelente. Eu fui nele porque o congresso que eu fui era lá, mas não me hospedei. Depois, curiosamente, ouvi a senhora que veio do meu lado no avião de volta dizendo que tinha ficado lá e que tinha adorado. Então fica a dica. Sei que tem um outro que deve ser da mesma empresa, se chama Real Praia Hotel, e tem o mesmo logo. Ele fica no quarteirão anterior, mas não sei se é bom. Ele deve ser uma versão mais simples do Classic, porque é um pouco mais barato.

As praias
Minha experiência com as praias de lá é bem pouca. Só fui na praia de dentro da cidade, que fica no bairro do Atalaia. Sei que tem a praia do Saco, que é bem famosa e turística, mas eu nunca fui. A praia do Atalaia é onde fica a famosa Passarela do Caranguejo, e a orla é MARAVILHOSA. Sempre tem gente correndo, brincando, muitas famílias com crianças, gente fazendo exercício nos instrumentos colocados na orla... é bem agitado por lá. A praia em si não é linda como as outras do Nordeste, a água é um pouco mais escura, e a faixa de areia é enorme. A areia é daquela branca e quente, o pessoal dos quiosques faz caminhos molhados na areia pras pessoas poderem chegar até os quiosques e até o mar. A areia é tão quente que minha amiga queimou a sola do pé que fez até bolha! Mas a praia é muito gostosa, o mar é quentinho, todos aqueles coqueiros em volta pra te lembrar o tempo inteiro que você está no nordeste, e aquela brisa constante, não tem como não se apaixonar!

A larga faixa de areia até o mar, e o céu eternamente azul

O terminal rodoviário mais próximo dessa praia, pra quem quiser chegar lá de ônibus, é o Terminal Atalaia (não é tão difícil assim de adivinhar, eu sei!). O terminal fica bem pertinho da praia, chegando nele é só andar umas 2 ou 3 quadras que você já chega nos famosos Arcos da Orla, que é outro ponto turístico de Aracaju. E que logicamente eu não tenho foto. Mas não é nada demais, é só um monumento em formato de arcos, meio que te dando boas-vindas à orla. Pessoalmente eu adoro esse monumento.

Um dos grupos de estátuas que tem na Orla. 

Andando pela orla (chegando nos arcos e pegando a direita) você chega até a Passarela do Caranguejo, que eu já comentei aqui. É fácil de reconhecer porque tem um caranguejo gigante na ilha que divide as ruas. Por lá você encontra ótimos restaurantes (e na verdade isso você encontra pela orla inteira, não só pela passarela), lojinhas com itens turísticos a preços razoáveis e mais pra esquerda dos arcos estão os hoteis.

Caranguejo no começo da Passarela

Também à esquerda dos arcos está o oceanário, onde também tem o Projeto Tamar de Aracaju. Mas deles eu vou falar logo mais abaixo.

Passeios
Agora vamos ao que realmente interessa, né? Cheguei em Aracaju, já me hospedei, fui à praia... e agora? Bom, agora você tem muitas opções de passeios.

• Oceanário
Fica na orla do Atalaia, como eu já disse acima. Ele não é um super oceanário gigante, mas tem animais interessantes. Além do mais, fica junto com o Projeto Tamar, então você tem a possibilidade de ver as tartarugas e as mini tartarugas filhotes. Tem um tanque com tubarões lixa e outro com vários peixes, um tubarão e uma arraia. Não sei se esses animais mudam com o tempo, pois eventualmente eles acabam voltando pro oceano e outros são resgatados. Mas dessa vez que eu fui esses eram os animais. Sem contar os outros aquários com peixes menores, cavalos marinhos e até uma tartaruguinha albina. Coisa mais linda!

Quando eu fui estava custando R$ 16 a inteira e R$ 8 a meia.

Tubarões lixa na hora da alimentação

Cavalo marinho

Tartaruguinha albina

video
Alimentação dos animais nos tanques. Esse é o da arraia. Olha a boquinha dela que coisa linda! 

• Canions de Xingó
Talvez essa seja a primeira coisa que um turista chegando a Aracaju ouça ou queira fazer. Como eu não fiz esse passeio (embora quisesse muito, mas estava meio dura... rs), vou deixar o link pra vocês do Matraqueando, que conta a experiência dela e dá algumas dicas. Vale a pena.

• Mercado central
Quem não adora um mercadão municipal, não é mesmo? No mercado de Aracaju você encontra pescados fresquíssimos, frutas deliciosas com preço que você só vai encontrar lá, muitas, muitas e muitas castanhas (salgada, doce, sem sal, de todo jeito), ervas, flores, queijo, tapioca, muito artesanato, e alguns restaurantes. Ele fica de frente para o Rio Sergipe, que é belíssimo.

Rio Sergipe próximo ao Mercado

Resumindo, é um passeio que não dá pra perder. Existe um terminal rodoviário encostado dele, terminal do Mercado, e tem a Rodoviária Velha que também fica ali pertinho. É mais comum os ônibus irem pra rodoviária velha do que pro terminal do mercado, então fica como segunda opção de caminho.

Esse burro é uma das coisas que você pode encontrar no Mercado

• Shoppings
Que? Eu sou paulista, posso incluir shopping como um passeio turístico. hahahaha. Aracaju tem 2 shoppings (se bem que acho que agora já abriu o que estavam construindo ao lado do mercado, mas não o conheci). Tem o Riomar, que é mais "chique", e o Jardins. Um não fica muito longe do outro. Não sei dizer em qual bairro eles ficam, se eu não me engano o Jardins fica no Grajerú, mas o Riomar eu não sei. Só sei que ele fica ao lado da minha paisagem favorita de Aracaju, um viaduto sobre o rio Sergipe. É lindo demais. Nos shoppings têm cinemas, mercado e tudo que um bom shopping deve ter. Mas as lojas são super caras, então nem vale a pena ir lá caso você esteja pensando em compras.

• Reciclaria
Esse é pro pessoal da noite, principalmente. É um lugar super bacana onde acontecem diversas apresentações, cursos, e coisas afins. Ele é, na verdade, um espaço de artes que também mexe com móveis. Fica bem de frente pro aeroporto. Aqui você pode conferir a programação.

Pra comer
Aracaju é uma cidade ótima pra comer. Muitos lugares com culinária típica, muito feijão tropeiro, muito caranguejo barato, sem contar camarão e peixe "até as tampas". Eu vou dar duas dicas de lugares pra comer, não necessariamente de comida típica, mas eu comi dessa vez que eu fui e amei.

A primeira é o Corno Velho, fica no Atalaia de frente pro mar. Às terças e quartas eles servem caranguejo dobrado por apenas R$ 5,99. Existem lugares mais baratos pra comer caranguejo, mas dá uma diferença de no máximo 2 reais. Se você tiver a oportunidade de pegar essa promoção, vale a pena.

Outra é a hamburgueria PinUps. Fica próximo ao shopping Jardins, no Grajerú. Pra quem está hospedado no Atalaia fica um pouquinho longe, mas se quiser um bom hamburger, e barato, corre lá. A média de preços dos lanches é de uns R$ 14, e eles são excelentes.

Se eu lembrar de mais algum lugar legal eu volto aqui.

Então eu acho que é isso. Se alguém estiver planejando uma viagem pra lá e tiver alguma dúvida, pode perguntar. Se alguém tiver mais dicas, pode deixar aqui nos comentários também.

Ah, e não se assustem ao chegar no aeroporto. Ele parece mesmo uma rodoviária e é muito comum chegar lá e só ter o seu avião.

Espero que vocês se animem e vão visitar essa cidade maravilhosa, que virou minha cidade do coração.


36 comments:

Madalena said...

Gostei do Post, Thais. Eu conheço Aracaju a trabalho. mas como sempre, eu dou um jeito de unir trabalho a um mini turismo. E posso dizer que tambem gostei dela. Achei que por ser pequena é muito simpatica e muito bonita sim. foi em 2013 (nossa, agora que fui atras assutei faz tres anos...) fiquei no Hotel AJUCEL - CELI HOTEL ARACAJU
Endereço: AV.OCEANICA N.500 - naquela epoca gostei.
beijo

thais said...

Oi, Madalena. Obrigada pela dica! =)
Pelo que eu ouço falar de gente que já foi pra lá há alguns anos, falam que a cidade está mais bonita e mais bem cuidada. Então provavelmente se você gostou dela há 3 anos, iria gostar mais ainda agora.

Cellenikit1 said...

Boa noite, como vc morou lá, como é a violência? Por se tratar de capital tem muito assalto no sinal, morte em assalto tipo SP ou RJ?
Tenho muita vontade de conhecer para um dia morar, pois procuro sossego e cidade sem trânsito, porém gostaria que fosse capital para ter fácil saída (aeroporto), visto que hoje moro no interior e é muito ruim a saída.
Já li que comprar roupa em shopping lá realmente é caro, mas acho que comparando com RJ e SP, coisas do tipo manicure, academia, jantar em restaurante, morar seja mais barato e o dinheiro em detrimento destas principais capitais o dinheiro renda mais.
Muito obrigada pelo texto.
Fiquei com mais vontade de morar lá.

thais said...

Olá Cellenikit1 , tudo bem?
Olha, a violência lá é muito menor do que cidades como Recife ou Salvador. Porém, uma coisa muito comum que eu vi por lá é assalto à mão armada, mas sem violência física. Vários amigos meus foram assaltados, mas nunca aconteceu comigo. E nunca vi nada mais sério. Claro que acontece, como em qualquer outro lugar. Mas não vi.
Um grande problema de lá é para empregos. Dependendo da sua área, pode ter mais ou menos empregos. O custo de vida é muito menor, mas em contrapartida, ganha-se menos também. Quando eu fui pra lá, tinha esperança de trabalhar fazendo freelas para o pessoal de SP (sou designer), que paga melhor. As coisas não aconteceram como o planejado, mas isso é outra história. rs. Com o que eu gasto em SP em um mês, lá dá pra passar uns 3. Isso é bem bom.
Eu sou super a favor de morar lá. Mas tem que ter em mente essa dificuldade de encontrar empregos e também o fato de ser uma cidade onde tudo acaba às 23h. Não há vida noturna, praticamente. Mas se você é de praia e prefere o dia, super recomendo! Depois conta pra gente o que você decidiu! :)

Cellenikit1 said...

Boa noite, juro que achei que nem fosse responder. Mas fiquei feliz com o retorno. Bom quero tentar ir no final do ano conhecer para ver se me encanto ou odeio, sou do RJ, mas moro atualmente no interior do MS, gosto daqui, porém amo praia e sou do dia, sempre detestei baladas e quero uma vida tranquila de transito, violência e com custo de vida mais baixo, visto que o RJ não tem nenhum desses três requisitos.
Para mim que vim de cidade grande aqui no MS falta muita coisa e gostaria de ir morar numa capital, imagina se agrego isso com praia? Perfeito.
Se for de Deus tudo se encaixará.
Obrigada pelo retorno.

thais said...

Imagina, Cellenikit1! A gente pode demorar um pouquinho, mas responde! =D
Então, você tocou na questão do trânsito... a gente chega lá achando que não vai ter trânsito, mas tem, sim. E também tem muita gente dirigindo mal, motoqueiro andando em calçada, e essas coisas. Porém, Aracaju é uma cidade muuuito pequena. Então é aquele trânsito que nunca vai passar de 1 hora pra atravessar a cidade. E também muita coisa se faz a pé, justamente por ela ser pequena.
Acho que você vai gostar muito de lá. Tem praia, se for um pouquinho mais pro interior tem mato, tem aquele rio maravilhoso cruzando a cidade... a vibe lá é muito boa!
Boa sorte! =)

Maisa Moreno said...

Olá! Adorei o post, sou de SP e tenho família em Aju, há dois anos estive com meu marido de férias pra lá, ele q eh paulista e nunca tinha ido para o nordeste, ele amou, compramos um apto na barra dos coqueiros que ficou pronto no início de 2016, a intenção é ir morar em Aju daqui há dois anos qndo eu término a faculdade de engenharia, minha preocupação eh com emprego, ele tem caminhão e temos medo de sair daqui onde temos parte dá vida encaminhada... Poderia falar mais sobre o que vc achou sobre empregos? ��

thais said...

Oi Maisa, tudo bem? Que legal que decidiram ir pra lá! Espero que gostem!! Quanto ao emprego, realmente lá é bem mais complicado do que por aqui, dependendo da área. Não sei em que ramo da engenharia você pretende se especializar, mas acho que o mercado para engenheiros lá é grande. Tem várias empresas grandes, gás, petróleo...
Eu sofri um pouco porque sou designer, e o mercado nessa área não está bom em lugar nenhum, nem em SP. Mas acredito que você vá se dar bem como engenheira, e seu marido como caminhoneiro. Torço por vocês.
Forte abraço

Unknown said...

Olá Thais. Estou pensando em morar em Aracajú e preciso de umas dicas. Sou músico (MPB Voz e Violão) e sou formado em Logística. Referente a empregos nestas áreas você sabe me informar se tem oportunidades? Desde já agradeço.

thais said...

Olá! Olha, acho que como músico o cenário lá é meio ruim, mas não tenho muita certeza. Conheço alguns músicos que são membros da orquestra sinfônica de Sergipe. Não tem muitos bares lá no estilo que temos em São Paulo, e não me lembro de ter visto música ao vivo nos que tem. Mas como eu não era muito baladeira, pode ser que tenha e eu não conheço.
Já para a área de logística acredito que seja mais fácil. Tem grandes empresas lá, acho que pode ter mais oportunidades nessa área.
Mas como é uma cidade muito pequena, acho que em qualquer profissão é mais difícil de achar um espaço do que em São Paulo ou no Rio. Eu recomendo dar uma olhada nos sites de emprego locais. Dá uma olhada no Cinform, acho que é o melhor lugar pra olhar as vagas da cidade.
Espero que dê certo. :)
Abraço

Lauro said...

Muito obrigado pelas informações sobre música e logística. Meu nome é Lauro. Abraços!

Andrea Paes said...

Thaís sua linda..amei seu poste.Você falou em empregos...área que eu estava procurando informação!Você acha que van escolar seria uma opção de renda? No caso para meu esposo rs..eu sou recepcionista.

Desde já grata pela atenção.

Bjoo

thais said...

Oi Andrea, tudo bem? Fico muito feliz que você tenha gostado! =D
Quanto a empregos em van escolar... acho que pode ser uma boa ideia principalmente se ele focar em alunos universitários. Os dois campi da Universidade Federal (UFS) são em cidades vizinhas a Aracaju. Geralmente quem estuda em São Cristóvão, que é o campus principal, mora próximo à universidade. É uma cidade mais pobre, mas também mais barata, então muitos alunos acabam escolhendo morar perto. De lá sai um ônibus da própria faculdade que vai até o outro campus, em Laranjeiras. Fica mais ou menos a 1 hora de Aracaju, e só tem um ônibus de linha que sai da rodoviária velha e vai até Laranjeiras. Ou seja, para quem mora em Aracaju e estuda em Laranjeiras, as opções são poucas. Quando me mudei pesquisei valores de vans, mas eram muito caras (coisa de R$ 200 por mês, se eu não me engano, sendo que em linhas normais eu pagaria muito menos que isso). O ruim é que são poucos cursos que estão em Laranjeiras (acho que tem só 3, e eles estavam numa briga pra tentar mudar para São Cristóvão. Laranjeiras é uma cidade muito pequena e perigosa).
Quanto a alunos escolares... bom, eu não vou saber te dizer direito, não sei quantas escolas têm lá.
Resumindo, acho que pode rolar, sim!
Já para recepcionista, acho que vai ser mais fácil ainda. Só não sei te dizer em relação à remuneração. Lá em geral os salários são mais baixos, mas em compensação o custo de vida também é bem mais baixo que aqui em São Paulo. De qualquer forma, antes de fazer uma mudança drástica, recomendo a vocês irem pra lá antes, e darem uma pesquisada in loco. Entra no site do Cinform, jornalzinho local, lá tem vagas de empregos. Daí você consegue ter uma noção de oferta e valores.
Boa sorte pra vocês! Espero ter ajudado.
Beijo

carol said...

aracaju já está com uber, se puder atualizar na resenha agradeço :)
ótima resenha aliás, aracaju é uma cidade pacata, nem grande nem pequena demais, e é um dos motivos pra todo ano tanta gente vir conhecer :)

thais said...

Que legal, Carol. Obrigada pelo update. Vou atualizar na página.
Grande beijo

Rian Santos said...

Bom dia!
Eu sou paulista, mas todos os meus bisavós maternos eram sergipanos, depois migraram para o Sul da Bahia no ciclo do cacau, e novamente depois migraram para São Paulo, onde eu nasci. Tenho 23 anos, minha primeira viagem ao nordeste não foi para Sergipe, nem para Bahia, foi para o Ceará, aos 17 anos, desde então, eu morei em Aracati, no litoral leste cearense, e também morei em Natal, no estado do Rio Grande do Norte. Não foram experiências muito boas por conta de emprego, serviços públicos, problemas que como todo mundo diz - "Existem em todos os lugares." - Mas que no nordeste (pelo menos onde eu morei) se intensificam. Recentemente estive em Sergipe, fui a Aracaju, e ao interior do estado visitar o lugar onde nasceram meus bisavós, achei Aracaju uma cidade super calma, limpa. E pensei quem sabe, pode morar lá... Então, cheguei a esse artigo, no entanto, acredito que faltaram informações de como é a vida em Aracaju, para um cidadão comum, com o ensino médio completo, mas que ainda não cursou uma universidade, consegue arrumar emprego? Quais os trabalhos mais encontrados? O valor dos alugueis? E quais os melhores bairros para uma pessoa comum morar?

Unknown said...

Olá Thais,sou paulista, moro em são Paulo, estive em Maceió e depois peguei um carro e fui para Aracaju com a minha esposa que é sergipana não dá capital mais do interior de Sergipe. Me encantei com a cidade fiquem uma semana conheci algumas praias inclusive a do saco, a cidade é muito tranquila realmente, a a gente sergipana e muito bacana, bem dá para notar casei com uma rsrsrs. Vou dar uma dica não deixe de conhecer o museu da gente sergipana e muito legal também fica em frente ao rio Sergipe no centro dá cidade. Eu fiquei em Coroa do Meio, perto de Atalaia, muito bom. Bem vou parar por aqui senão vou longe. A se Deus quiser vou votar para passar um período bem maior quem sabe até morar.

thais said...

Oi Rian, desculpe a demora para responder. Olha, na realidade eu não sei muito como te responder suas questões. Vou tentar descobrir com meus amigos que moram la. :)

thais said...

Olá! Valeu a dica. Nunca fui lá no museu, acredita? Quem sabe quando eu voltar...
Espero que você volte também. :)

Unknown said...

OI THAIS, BOA NOITE. Estou com a possibilidade de ir morar em Aracaju no início do ano que vem. Já fui algumas vezes (4) e super amei a cidade, acho um ótimo lugar para ter uma família, ainda mais eu que venho de Feira de Santana- Ba,(2 maior cidade da Bahia). Enfim, gostaria de saber o que você acha quanto a questão do comércio, vou primeiro a trabalho, como representante comercial. Se puder opinar, agradeço.
Abraço! Curti seu post..

thais said...

Olá, tudo bem? Que bom que você gostou. :)
Muita gente vem me perguntar sobre trabalho por lá, mas acho uma questão complicada. Eu achei bem difícil arrumar emprego, mas depende muito da área. Eu não posso falar por todas, porque não tenho esse conhecimento. Mas lá tem empresas grandes, e acho possível que você encontre uma certa facilidade na sua área. Mas infelizmente é só um "achismo". Espero que dê tudo certo pra você! Abraço.

Andréia said...

Olá Thais, amei seu post! Muito esclarecedor e convidativo.
Meu marido e eu somos do RJ capital (apesar de toda a violência amooo minha cidade), mas devido a área de atuação do meu marido Mestre em Alimentos acabamos vindo parar em Juína-MT(fica há 700km da capital) é um local tranquilo de viver, custo de vida alto e alto kk, pessoas simpáticas e acolhedoras; o ruim é a distância de aeroporto e Não têm PRAIAaaaa socorro! Amooo praia( para namorar, relaxar, inspirar, chorar, rir, contemplar Deus...)e essa falta de acesso, lazer e serviços nos desanimou a continuar por aqui.
Meu marido foi a Sergipe em 2013 e gostou muito. Estamos buscando local para fixar nossa residência e família, onde nos permita ter qualidade de vida(custo de vida razoável), trabalho, lazer, servir ao Senhor Deus, acessível ao RJ para visitar a família( aeroporto).Vimos que no IF de Sergipe tem a área de Alimentos isto é um bom sinal.
Para morar é um bom lugar? Como são os serviços de saúde? Você indicaria algum bairro legal, residencial perto da praia?
Desde já agradeço a atenção e a paciência pelo textão rsss.
Fica na paz de Deus e tenha uma ótima noite de bênçãos!

thais said...

Oi Andréia, tudo bem? Fico feliz por ter gostado do post! :)
Eu gostava muito de morar lá, embora tenha ficado por pouco tempo. Mas acho que tudo depende da relação que você tem com a cidade. Ela não é uma cidade agitada como o Rio, não tem muitas coisas pra fazer, mas é uma cidade gostosa. Com relação à distância do aeroporto, lá é uma super vantagem, porque o aeroporto fica a 8km do centro, é super acessível. O bairro onde fica a praia é o Atalaia (ao lado do aeroporto, inclusive), mas lá não é muito residencial. Acho que morar um pouco mais pro centro é mais negócio, além de ser mais barato. Mas a cidade é tão pequena que fica tudo perto. Se vocês tiverem carro, o acesso é muito fácil. Se for de ônibus, dependendo de onde estiver tem que pegar 2, mas com as paradas nos terminais você só paga 1. O problema é só o tempo de viagem, que de ônibus é sempre mais lento.
Sobre os serviços de saúde, eu não sei te dizer pois nunca utilizei. Mas imagino que não deva ser dos melhores, pra ser bem sincera. Acho que o nordeste no geral sofre um pouco com isso. Se aqui em SP já é difícil, imagina lá pra cima!
Se você for, espero que goste. Eu adotei Aracaju como minha segunda cidade, mesmo com todo o calor. rss.
Desculpe não poder ajudar mais, mas espero que tenha ajudado alguma coisa. :)

Mister Marro said...

Boa noite Thais! Li com muito gosto as coisas que escreveu. Se puder me tirar umas dúvidas sobre Aracaju ficarei grato. Barra dos Coqueiros, conhece? Vi algumas fotos e achei o lugar muito simples de muita pobreza. Penso em me mudar pra lá mas tenho medo de entrar em depressão pois percebi que o bairro é meio parado com casas pequeninas. É bom morar em Aracaju? Tem internet? Academias? É seguro andar de noite pra um passeio? Sei que no Rio não é nada seguro. Tenho medo de me arrepender e não ter grana suficiente pra voltar pro Rio de imediato caso em me sinta mal. Obrigado.

thais said...

Oi Mister Marro, tudo bem? Obrigada pela visita e pelo interesse. Barra dos Coqueiros fica do outro lado do rio, eu não cheguei a conhecer aqueles lados. Infelizmente não vou poder te ajudar muito com isso. Mas no geral, Aracaju não é uma cidade rica. Claro que tem alguns bairros melhores que outros, alguns são realmente bem pobres, mas a região onde eu morava era muito boa (no Luzia), com comércio perto, bons apartamentos e custo de vida relativamente baixo. Os serviços lá são de cidade grande, guardadas as devidas proporções. Tem internet (minha internet de lá era melhor que de SP), academias, bons mercados, padarias, várias praças... Sobre segurança, eu não posso te falar que é o lugar mais seguro do mundo, mas também não é o pior. Fiquei sabendo de vários amigos meus que foram assaltados, mas é roubo sem violência, o que já é um avanço. rs. É sempre bom andar ligado, mas sem grandes nóias. Comigo nunca aconteceu nada.
A minha dica é que você comece a procurar empregos, dá uma olhada no cenário empresarial (não sei qual é a sua profissão, mas tem alguns sites que você consegue ver as vagas, como o Cinform), e se mude quando tiver algo certo. Assim seu risco é menor. Qualquer mudança, por menor que seja, vai um dinheiro, e se você não estiver preparado pra isso, pode te complicar mesmo. Mas te desejo boa sorte, e se precisar de mais alguma coisa é só chamar. :)

Luciana Segui said...

Olá Thais. Tudo bem? Há mais de 10 anos pesquiso um lugar pra morar, após a aposentadoria, que será ano que vem. Escolhi Aracaju, por tudo o que vc relatou. Estive lá ano passado e me assustei com o tamanho, esperava menor. Rsrs pq ela tem ares de cidade grande. Uma das coisas que me fizeram escolher essa cidade, foi o clima, que não é muito quente no verão e nem muito frio no inverno. Porém vc deu ênfase para o calor. Estive lá em outubro e amei o clima, vento o tempo todo. Sou do RJ, é o forno do inferno. Vc pode me explicar esse valor que vc sentiu?
Fiquei no Hotel Via Mar, na orla do Atalaia. Amei as acomodações! Quarto grande, banheiro grande, café da manhã farto e variado, nosso quarto com uma cama a mais para minha BB, foi na base 140,00 a diária... Da janela, dava vista para o mar. Fomos para a praia de Aruanã e gostei muito.
Se puder, me fale sobre o clima. Bjs e obrigada pelo seu post.

thais said...

Oi Luciana, tudo jóia? Acho que a sensação do clima é muito relativo. Cada um sente de um jeito, principalmente de acordo com o que está acostumado. Eu sou de São Paulo, e por mais que aqui faça muito calor durante o verão, nossos invernos costumam ser rigorosos, e eu sou muito mais de frio do que calor (sofro um pouco no calor). Como você é do Rio, com certeza está muito mais acostumada com o calor do que eu, por isso deve ter se sentido bem em Aracaju. O que tem em Aracaju que não tem no Rio é justamente o vento, que você comentou. Lá venta o tempo inteiro, independente da época do ano, por causa do rio e do mar. Isso alivia muito a sensação térmica, mas não significa que não seja calor. rs. O inverno lá também é super estável, a mínima sempre fica em 23º com pancadas de chuvas esparsas, geralmente nos mesmos horários. O que eu gostava do clima de Aracaju era essa constância, porque aqui em São Paulo a gente nunca sabe o que esperar ao longo do dia. Mas acho que você realmente vai sentir menos calor em relação ao Rio.
Obrigada por compartilhar informações sobre a sua estadia. Espero que você vá pra lá e curta bastante. :)
Boa sorte!

Mister Marro said...

Thais, obrigado por responder. Eu vou pra lá com minha esposa e minha filha recém nascida. Pelo que pesquisei, apesar do calor normal da região a sensação térmica de lá é menor do que no Rio de Janeiro. Só fico preocupado mesmo em relação a criminalidade e oportunidades de emprego. Desejo fazer um curso técnico em administração lá e também faculdade de Educação Física. E uma outra preocupação é sobre o convívio entre as pessoas. Eu tenho depressão crônica e lugares muito parados pioram meu quadro. Pelo que pesquisei é uma cidade mais calma porém tem locais de bons movimentos. Vou sem emprego, procurarei lá, tenho uma reserva financeira que vai me permitir viver por uns meses até conseguir trabalhar em alguma coisa. Vi também um relato de uma visitante que as vezes quando você é educado num local dando "bom dia", falando "com licença" por exemplo algumas pessoas de lá olham de cara feia recriminando a educação empregada.

thais said...

Oi Mister Marro, bem-vindo de volta. :)
É verdade que Aracaju é uma cidade bem pacata, mas se você gosta de praia, exercícios, vida ao ar livre, lá tem muito o que fazer. Achei a cidade bem "viva", as pessoas usam bastante os parques, fazem exercício pela orla, enfim, usam o espaço público. Se você for mais do tipo baladeiro, que gosta de sair à noite, aí pode ser um problema, porque lá realmente não tem muitas opções. Mas tem vários barzinhos pra tomar uma cerveja no final da tarde.
O bom de Aracaju é que o custo de vida é bem mais baixo do que SP e Rio. O que eu gasto aqui em SP em 1 mês, eu conseguia viver uns 2 ou 3 lá (obviamente que sem abusar).
Quanto à educação das pessoas, não acho que seja assim como te falaram. No geral elas são um pouco mais fechadas do que os outros nordestinos, mas não olham feio quando você quer ser educado. Na verdade esse tipo de pessoa sempre vai ter, em qualquer lugar, mas não acho que seja o geral.
Vai com fé, espero que você faça uma boa mudança e se ache por lá. Aracaju é uma cidade muito legal. :)

Maisa Moreno said...

Ainda estamos nos estudos de ir pra lá, Mister, caso você vá nos fale sobre o que achou, vamos gostar de saber mais experiencias!!!

Cicera Romanelli said...
This comment has been removed by the author.
Cicera Romanelli said...

Thais eu moro em Aracaju de muito tempo. Tenho uma casa alto padrão na Atalaia com piscina, jardim grande com coqueiros, vários pé grandes de mangue , caju e outros perto da praia cinco minutos de pé 300metros .a cidade é muito tranquila e lindas para o trabalho de meu marido que é escultor e muito dificil aqui para arte e queria trocar por outra casa ou norte est mais dinâmica no setor da arte.ou Búzios ou Angra, ou Parati ou outras propostas mas quero seja troca do mesmo padrão. SI você conhece alguém agradeço muito obrigada, amei seu blogue!!!!

karina marcia said...

Olá, em 12/2017 vou passar uns 15fias para ver se me adapto a região, ao clima e a capital. Estou saindo de Brasília capital do DF, para mudança no litoral e o meu esposo escolheu Aracaju, olhando esse blog gostei dos "comentários" bem citados sobre o local. Desejo saber mais sobre a qualidade de vida como a faculdade de fica perto, sobre o mercado de trab na capital e tb pretendo morar em um apartamento perto da praia de preferência. No aguardo de msis informações, obrigada

thais said...

Oi Karina, tudo bem? Bom, muita gente me pergunta sobre mercado de trabalho lá. Eu acho que essa é uma pergunta cada vez mais difícil de eu conseguir responder, pois as coisas mudam muito, e já fazem 2 anos que eu voltei. Tudo depende muito da área de trabalho, mas eu imagino que com a crise do país, esteja um pouco mais difícil, assim como em qualquer outro lugar. Sou de SP, e aqui já está complicado. Imagina no Nordeste! Mas dependendo da sua área, pode ser que você se ache. Procure nos jornais locais, como o Cinform (eles têm site) e dá uma pesquisada nas vagas.
Sobre as faculdades, o campus da federal não é muito perto. Fica em São Cristóvão, um distrito um pouquinho afastado. Mas não muito longe. Dependendo do curso, o campus fica em Laranjeiras, aí é uma hora de viagem. Só dá uma pesquisada porque andei lendo que a federal está em crise e ameaçando fechar. Acho que não chega nesse ponto, mas vale ficar atenta.
A qualidade de vida lá, no geral, eu achava boa. O pessoal usa muito os espaços externos, as praças, a orla. Eu gostava bastante. Espero que você goste. :)

Karlinha Oliveira said...

Vou passar minha lua de mel lá agora em setembro, ficarei 5 dias apenas, quais passeios vc me indica como fundamentais? Fica dificil escolher com tanta opção linda!!!

marciojjj said...

Conheci aju em abril de 2015 e me apaixonei pela cidade. Não vejo a hora de voltar. Lendo este review fiquei com os olhos marejados. Obrigado 🙏